domingo, 2 de fevereiro de 2020

Day Dreaming

A natureza inconstante dos milagres comuns
Constringe o significado de minha forma desnuda

Me pergunto se ainda consigo bater estas asas
Quem eu me tornarei hoje para me romper?

Entre uma visão crescente, minha mente se torna estreita
Entre um mundo crescente, minha inquietude se concretizou
Entre uma visão crescente, minha mente não está em lugar algum

Estou temendo uma ilusão. Neste momento, a voz de alguém difunde-se
Meus desejos abandonados, sabe… se atrofiam de um modo tão solitário

Olhe para mim, não para aqueles milagres
Mesmo se eu estiver exposto, não estarei despido
Mesmo se eu me recriar…
Não serei eu, estou tão assustado.

Você ainda pode ouvir minha voz amedrontada, mesmo agora?

sábado, 4 de janeiro de 2020

Cão e a Raposa²

Ao passo que aprendi a apreciar aquele sorriso, ao passo que aprendi a sorrir apenas admirando aquela felicidade bem significativa dentro apenas do mundo da raposa, meu coração se aqueceu e aos poucos tudo ficou muito claro.

Eu estava apaixonado, eu estava realmente apaixonado por aquele sorriso que tanto me agrada.

Eu sei que por mais que a raposa brinque com outros animais e eu observe aquele sorriso de longe e consiga sorrir também, ela passou a olhar mais para o cachorro e se perguntar o por que dele ainda estar ali.

A raposa conseguiu, ela me fez sentir-me especial, sendo o único a visitar sua toca, conhecer seus amigos mais próximos e ouvir histórias sobre seu mundo particular e isso fez meu coração se aquecer e me mostrou que há uma reciprocidade imensa e por mais que ainda eu não consiga me ligar totalmente da forma que ele precisa, eu estou aqui me dispondo de tudo o que posso, o tanto quanto eu quero me dedicar e sinto que poderia dar o mundo inteiro em suas mãos e dizer -" cuida dele ".

Queria saber exatamente o que sinto, mas não quero me desligar da sensação tão carinhosa que sinto agora e todos os dias quando acordo eu só sinto falta daquele sorriso incrível.

Fico satisfeito em saber que a vida que decidiu levar agora é a que apetece e aquece seu coração, não consigo olhar para outros animais da mesma forma que olho para ti, não consigo preencher meus olhos com tanta ternura e afeto genuíno e gratuito como tenho com a raposa, mas ainda sim a chuva cai e sempre que eu a ouço todo o frio passa pois meu coração quentinho aquece todo o resto e me faz pensar o quão confortável estou e agradecido por ser eu ali, naquele espaço tão só meu.